quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

MAMAS PTOSADAS



Muitas pacientes chegam ao consultório dizendo: minhas mamas não são grandes; elas estão apenas caídas. Ou então: Não quero diminuir minhas mamas, somente levantá-las.

Com isso elas acham que a cirurgia para "levantamento" das mamas acaba sendo um procedimento mais "simples" do que uma mamaplastia e enganam-se quanto a isso.

A mastopexia é uma cirurgia muito semelhante a mamaplastia, e em alguns casos até um pouco mais complexa.

Mamas ptosadas ou "mamas caídas"podem ser decorrentes de vários fatores, dentre eles:
.pós gestação,
.idade da paciente
.pós uma dieta de emagrecimento

No caso de mamas grandes e ptosadas, há a necessidade de se retirar um pouco de glândula e  remontar a mama.
Mamas pequenas pode-se não precisar retirar a glândula, mas realiza-se uma montagem da nova mama.
No caso de mamas com muita pele, retira-se a pele e remonta a mama.
E há casos em que pode-se fazer a retirada da pele, da glândula, remontagem da mama e associa-se um implante de silicone para dar mais volume e um melhor formato da mama.

Somente após uma consulta é que seu cirurgião vai definir qual o grau da ptose e o tipo de tratamento a ser feito.

O tempo de cirurgia é muito semelhante ao de uma mamaplastia (cerca de 2- 3 horas de sala cirúrgica). A anestesia é a geral e o tempo de internação é de um dia.

As pacientes utilizarão soutiens apropriados para esse tipo de cirurgia e por cerca de 20 dias deverão ficar afastadas de suas atividades físicas como dirigir e fazer ginásticas.

Quanto ao pós operatório a mastopexia não costuma ser uma cirurgia dolorida. Há o incômodo da ferida operatória e as cicatrizes variam de acordo com a técnica a ser utilizada (pode ser em T invertido, em L ou na aréola). Cada caso é avaliado em particular e a recuperação depende muito de cada paciente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.